ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

sábado, 30 de dezembro de 2017

Férias

Menos tv, muito menos internet e pouco telemóvel...

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

sábado, 23 de dezembro de 2017

Primeiro dia de férias


Ela adora fazer desenhos. Ele perde-se nos carros.
Na inauguração do piso gourmet do el corte inglês 

Uma de muitas ofertas compradas.









quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Carta ao Pai Natal

O António não está para aí virado. Não gosta do Pai Natal. Não gosta de falar do Natal. Não quer ver ninguém com barbas brancas nem se importa com o desembrulhar ofertas.
A Alice todas as semanas falava de uma coisa diferente. Ou falava da ladybug, tudo da ladybug, depois eram as enchatimals, e desde algum tempo e o que foi mesmo escrito na carta ao pai natal foi:
num mons.
Não vejo piada nenhuma naquilo. Mas diz que adora, que ama! É uma rapariga com tanto amor para dar...

 
 
 
 

Quando engravidei pela primeira vez...

... desejei ter gémeos.

O novo amor cá de casa

"Mãe, eu amo a Ladybug!"

Para o natal terá uns pijamas da ladybug. Nos anos, logo em janeiro, um robe da ladybug.
Vai ser a loucura...

 

Árvore de Natal #2

Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Árvore de Natal #1

Escola Básica Canto da Maia

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

E as festas de natal?

O António é mais reservado, sem grandes alaridos. Adora brincar mas não o vejo ser o protagonista principal das brincadeiras.
A Alice é extrovertida, segura de si, dramática e muito expansiva. Diz-me: "Mãe eu adoro estar no palco!"

Na festa do António ele subiu ao palco com todos os meninos da sua sala. Quando os olhos dele me encontraram no meio da plateia (juro que tentei não fazer movimentos bruscos, tipo acenar para ele ou esbracejar) desatou num choro e a chamar por mim. Os restantes meninos tentavam cantar e fazer a coreografia e ele chorava... Eu sei, eu sei o que estão a pensar: P_S_I_C_O_L_O_G_O. Pronto, basicamente, mal ele conseguiu saiu do palco e o resto do espetáculo assistiu de bancada.

Na festa da Alice ela foi a apresentadora pelo segundo ano consecutivo (acho que ela se impôs um pouco dizendo logo à educadora que adorava ser apresentadora), apresentando todas as atuações das turmas e quando chegou à atuação da sua turma, foi para a frente deles, tipo maestro, fazer os passos da coreografia, enquanto os restantes meninos, a acompanhavam.

Dois filhos, do mesmo pai e da mesma mãe, mas um terá puxado mais ao pai e outro mais à mãe. Talvez não seja muito difícil adivinhar quem puxou a quem... ;)

 
 
 

Elimax

Diz que basta uma aplicação e, se necessário, outra ao fim de 7 dias.
Tenho aplicado todos os dias e não é eficaz.
Falam muito bem do Paranix. Vamos ver...



Dreambooks

Em equipa vencedora não se mexe. Esta marca não desilude...

 

Minha bailarina

 

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Pediculose

Uma forma mais chique de informar que, pela primeira vez, os piolhos invadiram as cabeças dos meus dois filhos.
Tudo o que é roupa de cama foi para lavar, almofadas e mantas do sofá também. Depois da calma devida, a ida à farmácia. O António é mais simples, foi à máquina e parece um recruta. A Alice (também o António) tratamento com shampoo, pente fino, muita paciência e alguma reza aos santos.

P.S. Enquanto escrevo o post acho que já cocei a cabeça 3 vezes.

Todos lavámos com o shampoo.
Não recomendo. Não achei muito eficaz pois diz que basta uma aplicação. E repetir passado uma semana se necessário. Lavei-lhes a cabeça 2 dias seguidos com isto. Parece não haver mais mas meu coração ainda não descansou...
Não sabemos qual dos filhos os trouxe para casa.
Alguém sabe de um produto poderoso contra a pediculose?
 

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

O que nos alimenta a alma

No mês passado, num evento, apresentei uma comunicação para os meus pares profissionais. Fui elogiada e é difícil não nos sentirmos bem.
Este mês fui à escola da Alice ler uma história para a turma dela e fazer uma atividade plástica. No final ainda entreguei um certificado a cada aluno.
O olhar de admiração e felicidade com que a minha filha me olhava foi tão superior aos maiores elogios que eu pudesse receber profissionalmente.
É algo inexplicável...

domingo, 10 de dezembro de 2017

Irmãos

Passamos a ser árbitros, juízes ou advogados de defesa ou acusação em 90% do nosso tempo. Se, por momentos, temos a oportunidade de estar só com um vemos como estávamos redondamente errados quando pensávamos que um filho dava muito trabalho... tão inocentes que éramos.






quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Carta ao Pai Natal

Podes escolher tu, Pai Natal. Fico feliz com qualquer um...

 
Nike Cortez
 
 
Lecoq Sportif
 
New Balance
 
Puma
 
Adidas Samba
 
 

A família vai à escola

No Plano Anual de Atividades da escola da Alice, há uma atividade de levar a família à escola. Assim sendo, uma vez por mês vai 1 pai, avó, tio, ou qualquer outro familiar fazer uma atividade com a turma.
Lá vou eu este mês, para grande satisfação da Alice, fazer algo na sala dela.
Não foi fácil pensar na atividade. Podia ser falar da minha profissão mas não os quis massacrar e então pensei contar um bonito conto de natal, com figuras impressas e coladas em paus para uma espécie de fantoches improvisados. Depois fazer uma atividade manual.
Já comprei os materiais e já vai a árvore montada para cada um dos meninos. Quem me conhece sabe que isto é um feito enorme. Quem me conhece sabe também que criei logo uma "equipa de trabalho" que me auxiliou no projeto...

As árvores preparadas para serem enfeitadas pela sala da Alice.


 
Para ficar algo do género. Há brilhantes para colar, pompons e fitas coloridas.

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Já pensou consultar um psicólogo?

Dizia-me a terapeuta da fala: "O António está muito dependente de si emocionalmente e isso está a impedi-lo de evoluir, de crescer."
Nem sabia bem o que comentar pois não pretendia entrar em debate educacional ou acabar por ser um pouco mais seca. Reconheci que ele era muito "agarrado" a mim e que piorou um pouco com a entrada na escola.
Ao que me disse: "Já pensou consultar um psicólogo?"
Apeteceu-me perguntar: "Para mim, para ele ou para si?"
Nada contra os psicólogos. Nunca consultei nenhum. Nunca foi necessário. No futuro não terei problema algum em recorrer para mim ou para os meus filhos se sentir que eles possam ser parte da solução de algum problema. Até hoje tenho conseguido gerir à minha maneira, aprendendo com os erros, tentando fazer melhor, focando-me nas coisas positivas e minimizando os problemas.
Só achei que a terapeuta em causa (em cerca de 10 sessões ou menos de 30 minutos cada com intervalos de 1 ou 2 semanas entre as sessões) tinha pouco conhecimento para recomendar logo um psicólogo. Ainda bem que os psicólogos já não estão associados a demências mais graves ou depressões profundas mas o facilitismo com que se recomenda ou se recorre a um psicólogo também não é benéfico. E achei que se não estivesse segura de mim naquele momento tinha vacilado e tinha ficado a acreditar que nós (eu e o meu filho) precisávamos de um profissional para modificar a nossa relação.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

O desfralde - parte final

Começamos o desfralde no verão, altura dita ideal para se andar ao léu, pé descalço e dias de sol para secar roupa. No entanto, não correu muito bem. Eu não fui consistente e ora tirava a fralda ora colocava a fralda porque íamos andar às compras ou outra coisa qualquer fora de casa. Era um desfralde feito a part-time e isso faz confusão às crianças.
Lembro-me de com a Alice ter decidido tirar e depois disso nunca mais coloquei por razão nenhuma (excluindo as sestas e as noites nos primeiros tempos).
Assim, passou o verão e começou o colégio. Como foi uma situação difícil para ele, não querendo que tocassem nele, o desfralde foi adiado até que tivesse adaptado.
A situação já estava controlada e cabia em mim retomar com toda a força. Ah, algo importante, o cocó já era sempre na sanita, desde o verão. Geralmente à noite, depois do banho ou durante o banho, lá pedia ele para ir à sanita.
De semana para a semana ia adiando, porque o ia buscar, depois eram compras e isto e aquilo, quando chegava a casa jantar, banho cama e passava mais um dia. O fim-de-semana, aos sábados as manhãs passadas na piscina, chegar a casa e almoçar e cama. Acordava a meio da tarde. Se saíamos lá passava mais um dia e assim por diante.
A semana passada, numa sexta-feira, tive que retomar. Era demais e já com 3 anos feitos. Pois, tirei, uns deslizes no fim-de-semana, vá muitos. Na segunda-feira no colégio foram 3 calças e em casa mais 2. Na terça-feira 1 deslize, na quarta-feira nenhum, e assim por diante.
Posso dizer que numa semana está excelente. E melhor ainda, passa as noites inteiras sem fazer xixi. Ainda coloco fralda mas de manhã estão sempre secas. As sestas igual, nada de xixi.
Ainda é cedo (9 dias) para dizer que está tudo bem. Pode haver algum retrocesso, deslizes... mas vai no bom caminho.

Feitos dentro do prazo

Vários serões depois...




Missão cumprida.
Encontram-se em produção.